O Convento


O Convento de Nossa Senhora da Esperança, assim se chamava a ruína que deu corpo á Pousada Convento de Belmonte, tem pergaminhos tão antigos quanto a nossa história, e foi da sua ermida que saiu, a imagem de Nossa Senhora da Esperança que acompanhou Pedro Álvares Cabral até ao país irmão.

A moderna Pousada manteve a herança histórica do Convento, cuja origem remonta ao século XIII, com uma arquitectura em anfiteatro, implantada na encosta da Serra da Esperança a sul de Belmonte.

A piscina em pedra, em nível inferior tem uma magnífica vista para o vale do Zêzere e para a Serra da Estrela.

A pedra, a madeira, o ferro, o vime, a sobriedade nos materiais e nas peças magistralmente escolhidas, a utilização de tons claros e relaxantes como o ocre, verde seco, a areia, a terra e o fogo, recriam o ambiente de tranquilidade e paz, num espaço único onde se ouve o silêncio, se sente a história e se respira a pureza do ar da montanha. E o resultado da recuperação é surpreendente. Da capela uma confortável sala de estar, da sacristia um bar e dos dormitórios dos frades, duas salas que se interligam entre si através de pequeno claustro.

Vinte e quatro quartos, todos com nomes de frades diferentes. A Suite é conhecida pelo Guardião, nome dado ao principal da ordem franciscana a quem pertencia este convento, agora brilhantemente decorado por Adelaide Rebelo de Andrade e transformado em Pousada Histórica por Arq.º Luis Rebelo de Andrade. A primeira entre as primeiras.